Jardim no Feng Shui

em 27 de novembro de 2019

Os jardins são considerados refúgios sagrados e simbolizam o cosmos, a harmonia os quais, muitas vezes, comparados ao paraíso terrestre, em que a representação do jardineiro, aquele que zela e realiza a construção de jardim, configura o indivíduo criador desse pequeno cosmos.
Importante destacar que os jardins são locais simbólicos presentes em diversas culturas (Roma, Grécia, Egito, Pérsia, Arábia e Oriente) desde a antiguidade, sejam eles externos, internos, labirínticos, secretos, tumulares, murados, dentre outros.

Curioso notar que, em diferentes culturas, a simbologia do jardim varia sutilmente, uma vez que essencialmente todos carregam a simbologia do sagrado e a representação do cosmo. Muitos reis delegavam a construção de um jardim nas proximidades do palácio os quais simbolizava a riqueza natural e espiritual.

Jardim no Feng Shui

Pequenos ou grandes, os jardins planejados de acordo com os princípios da harmonia e do equilíbrio do Feng Shui criam uma boa energia vital Chi. Independentemente do tamanho, deve-se procurar manter o equilíbrio e harmonia nas dimensões e proporções dos elementos do jardim o tempo todo para com isso defender a propriedade das energias negativas. Quando não existe a opção de se ter um jardim, sempre se poderia lançar mão das jardineiras presas às janelas. Acesse o link e saiba quais são as flores e árvores ideais para ter em seu jardim.


Jardim no Feng Shui

Jardim no Feng Shui



Topo Astrologia