A jornada pelo mundo do xamã

em 6 de agosto de 2019


Xamanismo

O xamanismo é a medicina da imaginação. O xamã tem o dom da onipresença no tempo e no mundo. O xamanismo é e tem sido o tipo de medicina mais amplamente praticado em todo o planeta, particularmente para doenças graves.

Os xamãs, dizem, são aqueles que compreendem, em um sentido espiritual, o nexo entre mente, corpo e alma. Sua maior tarefa tem sido sempre curar seu povo dos males dessas doenças. Os xamãs proclamam ter uma capacidade especial de se transportarem aos planos da imaginação, em que é possível curar o corpo e o planeta.

A maior parte do saber xamânico é tão estranha aos mitos da medicina contemporânea que, há muito, foi descartada como excessivamente fantasiosa e insustentável para o tipo humano do século vinte, sensato, civilizado e racional. No entanto, as práticas xamânicas de cura continuaram a florescer (ou pelo menos a sobreviver) paralelamente as principais correntes do pensamento médico.

O conceito tradicional de xamanismo situá-lo-ia na classificação da cura transpessoal, e foi sobre essa questão que os xamãs firmaram sua reputação. No entanto, a imaginação pré-verbal também desempenha um papel de peso.

O trabalho ritual do xamã tem efeito terapêutico direto sobre o paciente, ao criar imagens vívidas e induzir estados alterados de consciência, que conduzem à autocura. Também os conceitos xamânicos de doença e o envolvimento comunitário na cura devem ser levados em consideração, nesses tempos em que a doença tornou-se uma entidade separada de suas hostes e das circunstâncias ambientais.

Jeanne Achterberg (A imaginação na cura, xamanismo e medicina moderna)


Topo Astrologia