Relacionamento entre pais e filhos

em 24 de abril de 2019




Relacionamento entre filhos e pais


Há três frases que diz “há mães e mães”, “há pais e pais”, “há filhos e filhas”.

E isso é verdade, há mães, pais e filhos que tem verdadeira adoração uns pelos outros e há mães, pais e filhos que tem ódio mortal um do outro.

Há também os pais que convivem com os filhos por obrigação, e há pais que nem se forem obrigados querem ouvir falar do filho.
Há pais que “amam” o filho só enquanto estão mantendo relações com a mãe do filho, quando a relação acaba, eles esquecem que há um filho na história.

Há mães que não podem gerar uma vida e rouba o filho da outra, há mães que jogam o filho na lata de lixo, há mães que abortam covardemente e nem por um momento se coloca no lugar do filho, há mães que querem tanto ser mãe que adotam o filho abandonado por outra mãe, há mães que vivem para infernizar a vida do filho e há mães que idolatram o filho.

Há filhos que carregam os pais a vida toda como algo sagrado e assim o é, mas há filhos que por egoísmo colocam os pais num abrigo e nunca mais olham para trás, há filhos que por cuidado colocam os pais num abrigo e faz deste abrigo um segundo lar, pois enquanto os pais estão ali, eles os visitam até que a morte os separe.

Há filhos que se relacionam com os pais somente pela intervenção da justiça, os filhos são obrigados a conviver com os pais até a maioridade, mas não há lei que obrigue os pais a serem pais até a maioridade. Triste isso, não? A justiça olha só para uma parte e não o todo.

Foi isso que o juiz me disse um dia: “a sua filha é obrigada a aceitar as visitas do pai, mas não cabe a mim obrigar o pai a visitá-la!”

Então quer dizer que o pai pode brincar com os sentimentos dos filhos, visita quando quer e quando a saudade aperta no coração dos filhos, eles que se virem. E os sentimentos da criança?

Há mães, pais e filhos de tudo quanto é estilo e caráter. De fato a frase é verdadeira e já que muitos não seguem a cartilha ao pé da letra de serem super mães, pais e filhos, só nos resta  apelar para os símbolos e tentar amolecer o coração ou talvez moldar o caráter de pessoas que só se extraviam do caminho do bem.

- Amor maternal: canguru, cegonha, galinha, pato (a), vaca.

- Amor paternal: castor, cavalo marinho, macaco da noite, pelicano, pinguim.

Basta você escolher a imagem e colocar ela onde você desejar.

Aprenda a invocar a imagem deste animal de poder para restaurar sua relação familiar, basta fechar os olhos e imaginar o animal de sua preferência diante de você. Converse com ele mentalmente, entre num estado de meditação, e fale para este animal interceder por você, diga que você quer ter um bom relacionamento familiar.

No final do diálogo, faça uma reverência para este animal, diga que você confia inteiramente nele e que você sabe que ele vai harmonizar essa relação e o seu ambiente familiar. Antes de sair do estado de meditação, olhe para este animal e faça uma reverência e abra os olhos na certeza de que o seus desejos irão se manifestar.

Faça uso desta meditação sempre que necessário.
 
Para mais informações acesse a pasta simbologia do amor.


Topo Astrologia