Deuses da Sabedoria

em 3 de abril de 2019

Deuses arquétipo da Sabedoria

Atena

Atena, também conhecida como Palas Atena é, na mitologia grega, a deusa da civilização, da sabedoria, da estratégia em batalha, das artes, da justiça e da habilidade. Uma das principais divindades do panteão grego e um dos doze deuses olímpicos, Atena recebeu culto em toda a Grécia Antiga e em toda a sua área de influência, desde as colônias gregas da Ásia Menor até as da Península Ibérica e norte da África. Sua presença é atestada até nas proximidades da Índia. Por isso seu culto assumiu muitas formas, além de sua figura ter sido sincretizada com várias outras divindades das regiões em torno do Mediterrâneo, ampliando a variedade das formas de culto.

Balder


Balder ou Baldur também citado como Baeldaeg em algumas fontes históricas, é uma divindade da mitologia nórdica. É relacionado com a justiça e a sabedoria, e todos os deuses o louvam pela sua beleza. Segundo algumas fontes, este deus seria filho de Odin e Frigga, segundo outras seria apenas um "protegido" destes. Era, em qualquer dos casos, uma divindade da Justiça e da Sabedoria, e embora não pertencesse ao núcleo de deuses superiores, Aesir, era-lhe permitida a permanência em Asgard.
 

Sia


Na mitologia egípcia, Sia (Também escrito Saa) foi a deificação do conceito de Sabedoria, que é o que significa o nome na Cosmogonia Enéade. Devido à conexão entre sabedoria e escrita, Sia era freqüentemente representado segurando um papiro. Sendo um conceito de sabedoria, Sia era invocado geralmente para proteger o coração (que os egípcios acreditavam gravar todas as ações) no mundo inferior.

 
Tote


Tote ou Djeuti em egípcio: Dwtj) é um deus egípcio do conhecimento, da sabedoria, da escrita, da música e da magia. 



Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre











Topo Astrologia